top of page

VIVA DE PROPÓSITO E NÃO DE PROPOSTAS!

Atualizado: 29 de mai. de 2018

As pessoas estão infelizes, insatisfeitas e sem direção na vida porque ainda não encontraram o seu verdadeiro propósito.



Você já se perguntou por que faz o que faz? Sentiu que o que está fazendo não vai te levar a lugar nenhum, mas faz porque a vida foi te conduzindo por esse caminho e não teve poder de escolha, ou ainda, simplesmente porque vai ganhar um salário no fim do mês e precisa suprir as suas necessidades? Provavelmente já viveu uma dessas experiências. Por isso, é muito importante saber o que verdadeiramente tem movido você e se as escolhas que tem feito se baseiam em propostas mais atrativas ou porque vive intensamente o seu propósito de vida.


Eu fui criado PARA...

"Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga da sua mãe, eu o escolhi e separei para que você fosse um profeta para as nações." Jeremias 1:5

Neste trecho de Jeremias podemos ler no primeiro capitulo o propósito de vida dele. O Senhor Deus revela para ele que o criou para ser um profeta nas nações.

Todos nós fomos criados com um objetivo especifico nessa terra. Contudo, saber qual é exatamente a nossa missão ainda continua sendo um paradigma para a maioria das pessoas. Então, tente completar a seguinte frase comigo: "Eu fui criado para..."


Aquilo que queima no seu coração revela o seu propósito.

Descobrir o seu propósito de vida está diretamente relacionado ao que você ama fazer. Contudo, se juntarmos 100 pessoas em um auditório e perguntarmos o que elas verdadeiramente amam fazer, provavelmente de 70 a 80% delas não saberão responder de primeira qual é a sua paixão na vida. Sendo assim, não é tão fácil descobrir o propósito, mas é simples. Tenho duas dicas importantes para te ajudar nesse processo:


1) Identificar o que eu verdadeiramente não amo fazer.

Talvez você não saiba o que ama, mas sabe dizer com muita clareza o que não ama e está fazendo por obrigação. Continuar nesse caminho provavelmente vai gerar frustrações ao longo da sua vida e certamente não estará cumprindo o seu propósito. Porém, nem sempre é fácil parar de fazer o que não ama, pois em muitas vezes se tornou necessário.

Ouvi uma frase uma vez que diz: “Quando você ama o que faz e entrega valor para as pessoas, o resultado vem”. Essa tem sido uma análise constate na minha vida. Em qualquer decisão a ser tomada, ou ainda, qualquer atividade, eu penso que devo amar e também devo entregar valor no que estou fazendo. Sabemos que na prática não é fácil, mas precisamos parar de aceitar propostas que nos distanciam do que amamos fazer e nos trazem frustrações que aumentam a cada dia que passa.


2) Quais são os livros que você tem lido?

Aprendi com o Gerônimo Theml que parar descobrir qual é a sua paixão, basta irmos na sua prateleira de livros para saber quais são os temas que te atraem. Se você não tem lido nada, quais são os temas de documentários, ou até mesmo vídeos no YouTube que mais te atraem? Pensar em temas que você passaria horas falando ou lendo, certamente vai te ajudar nesse processo de descoberta.


3) O que você faria mesmo sem ter retorno financeiro disso?

Quando acreditamos em algo e cremos que aquele é o nosso propósito de vida, a nossa missão e paixão, não focamos em retorno financeiro, pois eles veem como consequência. Mas pense em algo que você faria ou faz na sua vida que se não recebesse nenhum real, ainda assim, continuaria fazendo porque sabe que aquilo trará um resultado muito maior do que o dinheiro. Todos nós temos uma paixão em nossa vida. Nesse caso não estou me referindo ao um parceiro (a), mas sim a algo que corre em nossas veias de uma forma que nos deixa vibrantes. Eu por exemplo, descobri o meu propósito de vida quando pensei que em tudo o que fazia a ação de cuidar de pessoas estava envolvida. Quando eu era criança o meu maior desejo era juntar o dinheiro que ganhava do meu pai ou até mesmo das coisas que vendia para conseguir levar os meus amigos para comer um X salada na lanchonete perto de casa. Poder proporcionar para os meus amigos um momento de alegria comendo um lanche juntos era o que me deixava feliz. Eu sempre fui aquele que juntava a galera para jogar futebol. Saia de casa em casa chamando a todos para além de jogarmos, estarmos juntos e cultivarmos momentos de alegrias. Até hoje por onde eu passo, acabo tentando de alguma forma ouvir as pessoas e ajuda-las a terem uma vida melhor. Tenho um lema que rege a minha vida que é de me esforçar ao máximo para que as pessoas que passem por mim sejam de alguma forma encorajadas, motivadas e se sintam mais felizes.


A verdadeira felicidade.

"Os dias que me deste para viver foram todos escritos no teu livro quando ainda nenhum deles existia." Salmos 139:16

Um dia todos nós vamos nos apresentar diante de Deus e Ele abrirá o livro da vida e com base nesse versículo verá se vivemos tudo o que Ele havia planejado para nós ou não. Você pode estar pensando que isso é predestinação. Seria, mas ele nos deu algo chamado LIVRE ARBÍTRIO. Temos a opção de escolha em viver o que Ele planejou para nós ou não. Isso envolve diretamente o nosso propósito de vida e com certeza a nossa felicidade, pois Ele se realmente se importa com a sua felicidade e satisfação.

Se você nasceu nesse pais, estado, cidade, foi inserido em uma família e está vivo hoje, com certeza não é somente para nascer, crescer, trabalhar e morrer. Isso é muito pequeno perto da essência que foi depositada em você na criação. Não tenho dúvidas de que existe uma essência exclusiva em você que traduz o motivo pelo qual está nessa terra. Então, não viva de propostas, pois elas podem ser distrações para te afastarem do seu propósito.

Espero te encontrar um dia, ou ler um depoimento seu e saber que esse artigo te ajudou a viver o seu propósito e não ser mais frustrado com o que faz.

Deus abençoe!


5.943 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Olha este artigo muito me ajuda sim trazendo-me para minha realidade é fazendo-me perguntar se estou vivendo propósito ou proposta.


Like
bottom of page